Quarto: O Tédio

0
(…) Por isso eu tomo ópio. É um remédio
Sou um convalescente do Momento.
Moro no rés-do-chão do pensamento
E ver passar a Vida faz-me tédio.
(…)
Escrevo estas linhas. Parece impossível
Que mesmo ao ter talento eu mal o sinta!
O fato é que esta vida é uma quinta
Onde se aborrece uma alma sensível. (…)
Fernando Pessoa, in Opiário

Nascer do sol em Dackla
E é o tédio; é o regresso ao frio, á vida rotineira da amada Pátria Portuguesa. Apetece fazer nada, e ao mesmo tempo fazer tudo.
Apetece voltar; corrigir alguns pontos e reviver os melhores momentos. Voltar para o calor humano, e atmosférico, que só a Africa pode oferecer. Conhecer ainda mais; encher o passaporte de carimbos antes que lhe passe a validade.
Apetece rencontrar alguém, que apareceu areias do deserto e marcou de forma incrivel o meu modo de ver as viagens e o mundo…
E são mil e uma historias para contar, e é o blog!
Pois é, um blog que só levou com um post durante toda a viagem… Por isso, peço desculpa a todos os que cá vieram à procura de novidades e não encontaram nada de novo… mas a certa altura achei que era um desperdicio estar a gastar tempo com estas coisas durante a viagem.
No entanto está tudo aponte no meu util e amigo bloco e será transcrito para aqui ao longo das proximas semanas.
A não perder…
Olá! Eu sou o Samuel, autor do artigo que acabou de ler. Como você, também gosto de viajar e descobrir povos e lugares. Partilho neste blog as experiências vividas nos vários países por onde já andei. Pode saber mais sobre mim na página Sobre o autor. Espero que tenha gostado e, se tiver alguma coisa a acrescentar, deixe um comentário abaixo.

1 COMENTÁRIO

  1. Ora Biba!!

    Seja muito bem aparecido!!! Encantado por ler coisas novas… Cá espero por novas palavras para viver um pouco dessa viagem. 🙂

    Abraço

Ficou com dúvidas? Quer acrescentar alguma coisa? Deixe um comentário!