Monumentos romanos e românicos de Arles; Património UNESCO em França

6

Arles é um exemplo significativo da apropriação duma cidade Romana clássica pela civilização europeia medieval. Aqui encontram-se alguns impressionantes monumentos romanos como é o caso da arena, do teatro ou do cryptoporticus (galerias subterrâneas) que datam do século I a.C..

vista arles
Vista sobre a cidade de Arles em França

O teatro romano podia levar até 10000 espectadores em 33 filas de assentos e a arena até 20000. Lutas de gladiadores e de animais tiveram lugar aqui até ao fim do século V d.C. Durante o século IV Arles viveu a sua época mais prospera, como atestam os banhos de Constantino e a necrópole de Les Alyscamps.

Esta necrópole viria a tornar Arles num ponto de passagem obrigatória na rota dos peregrinos para Santiago de Compostela depois de aí ter sido sepultado o mártir St Genesto, primeiro bispo de Arles.

Nós séculos XI e XII voltou a ser uma das mais atractivas cidades próximas do Mediterrâneo (ao qual está ligada pelo rio Ródano). Dentro dos muros da cidade, a igreja de St. Trófimo  (na imagem) e o seu claustro está entre os mais importantes monumentos românicos da Provence.

Praça em Arles com a igreja de St. Trófimo à direita

A minha visita a Arles em 2009

Saio para visitar os monumentos romanos de Arles. São baratos: para um estudante, 4,5€ é quanto custa o bilhete conjunto para o teatro e a arena. São umas 9 da manhã e ainda não há turistas pelas ruas nem nos monumentos. O teatro é apenas mais um, muito mal conservado e bem aproveitado para a realização de espectáculos ainda hoje. Estou ansioso por entrar na arena que fica ali mesmo ao lado. Pelas fotos que vi, parece estar em óptimo estado de conservação.

Anfiteatro romano de Arles, França

Entro à frente dum grupo de turistas asiáticos para ter a maior desilusão destas visitas a monumentos património da humanidade. Depois de ser palco de lutas de gladiadores e fortaleza árabe, é agora uma praça de touros optimizada para dar lucro máximo: no lugar das bancas que entretanto ruíram, foi colocada uma estrutura metálica ao jeito das nossas praças de touros temporárias. Não é que eu seja totalmente contra as touradas, custa-me é ver assim o nosso património entregue à bicharada.

Arena romana de Arles, França

Nuns folhetos que recolhi no posto de turismo vi um monumento aqui próximo que me atraiu, até porque fica a caminho de outros locais bem interessantes da Provence. São as ruínas da abadia de Montmajour, que ficam logo à saída da cidade a caminho de Les Baux de Provence.

Está um dia bonito o chão é plano e eu decido caminhar. Ao aproximar-me das ruínas da abadia volto a encontrar marcas do caminho de Santiago. Desta vez vou em sentido contrário, mas aproveito o trilho pelo meio dos arrozais para atalhar. É óbvio que o caminho vai passar junto à abadia. O caminho de Santiago passa sempre nos locais religiosos. (Ou serão os locais religiosos que são construídos no caminho de Santiago?).

Montmajour
Abadia de Montmajour, próximo de Arles

A entrada é grátis para estudantes, que assim podem visitar à borla este monumento. Em pé apenas pouco mais se encontra que a igreja do século XI e o claustro. Há ainda uma enorme torre construída no tempo da guerra dos 100 anos e do cimo da qual se tem uma privilegiada vista sobre a região.

Lá dentro, naquilo que antes era local de oração, encontro uma exposição de arte que certamente chocará muitos visitantes: quadros a jeito de montagem photoshop misturam pinturas religiosas com cenas eróticas e touradas.  Acho interessante, mas sinceramente preferia ver estes quadros num museu.

Pouco mais há a recordar desta abadia. Faço cá fora uma pequena pausa para organizar os meus papeis, pois guardo sempre todos os bilhetes e papeis de informação turística que recolho durante as viagens. Daqui sigo à boleia para Les Baux e St. Remy.Guardar

6 COMENTÁRIOS

  1. […] Arles foi o meu ponto de partida para conhecer a Provence. Nos dias anteriores já tinha passado por cidades como Orange, Avignon e pelo aqueduto da Pont du Gard, ali perto. Arles é uma bonita cidade, com algum património para visitar, de onde se destacam as ruínas romanas do anfiteatro e do coliseu. Não me vou estar aqui a alongar muito porque tenho uma outra página só dedicada a esta cidade e aos seus locais património da humanidade: Monumentos romanos e românicos de Arles; Património UNESCO em França […]

  2. estou a ver ai num poster um dos eventos fotográficos que costuma haver em Arles..
    Foste ver??? Costumam ser fixes, pelo que sei.
    A arena de Arles (coliseu?) parece-me mais conservada que a de Roma. Mas nunca vi o coliseu de Roma..Por isso…je ne sais pas

Ficou com dúvidas? Quer acrescentar alguma coisa? Deixe um comentário!

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.