06-08-2008 Istambul

0

Pouco houve de memorável neste dia. Depois de passar o transito caótico da manhã, voltei a saltar para a Europa por uma das pontes do Bósforo, e estava de novo em Istambul pelas 10 da manhã. Resumindo, passei o dia a deambular pela cidade um bocado preocupado em como chegar ao aeroporto a horas.

Assim que cheguei a cidade comprei reservei um transfer para o aeroporto de Sabiah que fica a uns 30km da cidade. O problema foi que este chegava ao aeroporto uma hora antes da partida. Já me estava a ver ficar em terra.

No final tudo se acabou por resolver. Passei pela ultima vez o Bósforo e cheguei ao aeroporto mesmo a tempo. O homem do check-in até sabia o meu nome: era mesmo o ultimo passageiro, mas podia agora respirar fundo.

Levantei assim voo às 2 da manhã para Sarjah nos Emiratos Árabes Unidos.  Nada haveria também a dizer desta viagem não fossem os companheiros de banco que me calharam. Fiquei ao lado de dois árabes (ou não fosse um voo da air arabia), que assim que descolamos se descalçaram e fizeram as suas orações. Certamente se fosse na Europa ou estados unidos isto bastaria para fazermos uma aterragem de emergência por ameaça terrorista 🙂 Finda a oração, um deles levantou-se, pegou na mala e retirou de lá um termo com chá quente e um saco de pistachos 🙂 É que aqui não há essa ridícula norma que só serva para dar dinheiro às companhias e aeroportos, que proíbe levar líquidos a bordo que não sejam vendidos no “duty free”. Como convidado, em jeito de boas vindas ao mundo árabe, tive direito a chá e pistachos 🙂

Clique aqui para voltar ao índice do diário

Clique aqui para ver os outros dias desta viagem

Ficou com dúvidas? Quer acrescentar alguma coisa? Deixe um comentário!