SíriaVisto para a Síria, como e onde fazer; Fronteiras da Síria

A Síria é um país de uma enorme riqueza histórica e cultural, mas muitas vezes deixado de lado pelos viajantes por medos relativos a segurança e a questões relacionadas com os vistos de entrada. Esta página serve para desmistificar um pouco esses problemas que na verdade já não o são. Veja como é fácil entrar na Síria!

Respostas a algumas das dúvidas mais frequentes:

  • Sou português. Posso tirar o visto na fronteira?

Sim! Qualquer cidadão que no seu país de residência não tenha uma embaixada ou serviço consular da Síria pode obter o visto de entrada nas fronteiras do país.

  • Ainda assim prefiro ir descansado e tratar de tudo antes de lá chegar. Posso tirar o visto previamente?

Sim, pode! Mas eu pessoalmente não aconselho. A embaixada da Síria mais próxima de nós é em Madrid, mas lá apenas tratam dos vistos para cidadãos espanhóis. As outras nacionalidades são remetidas para a embaixada de Paris.

Visto em Istambul

É frequente que os viajantes que se dirigem à Síria o façam por terra pela Turquia. Assim, podem tirar o visto na embaixada em Istambul. O processo é algo complicado e envolve deslocações ao consulado português para obter uma carta de recomendação, para além de ficar mais caro.

  • É verdade que se tiver o visto de Israel no meu passaporte não posso entrar na Síria?

Sim, é verdade. Embora não conheça pessoalmente nenhum caso concreto, pelas histórias que tenho lido e ouvido, tudo me leva a crer que não há forma de escapar. Se já esteve em Israel tire um passaporte novo. Se pretende visitar Israel nesta viagem, deixe para o fim, e enquanto estiver na Síria não diga a ninguém que pensa em lá ir. Israel é vulgarmente apelidado de “Disney Land” na Síria pelos viajantes para não proferirem o nome. Inclusive, não leve guias de viajem de Israel, etc. Se for descoberto ou denunciado as autoridades tratarão de o por fora do país pela fronteira mais próxima, que pode não ser a mais conveniente para si.

visto siriaPreços e modalidades do visto para a Síria

Há dois tipos de visto que pode tirar na fronteira:

  • Visto de turista válido por 15 dias:   33$USD
  • Visto de transito válido por 3 dias:   25$USD

Convém levar dólares, mas também há normalmente casas de câmbio.

À saída tem de pagar uma taxa de 550 SP, pagável apenas em Liras Sirias

Fronteiras da Síria

A Síria tem fronteiras terrestres com a Turquia, Iraque, Líbano Jordânia e Israel, sendo que esta última se encontra fechada.

Turquia

As duas principais portas de entrada para a Síria a partir da Turquia são uma na fronteira situada na estrada que liga Antioquia (Turquia) a Aleppo (Síria) e a outra na estrada que vai de Gaziantep via Kilis (Turquia) para Azaz e Aleppo (Síria). A primeira é vulgarmente a mais usada. É por esta que passam os autocarros que fazem a viagem directa a partir de Istambul e a melhor em qualquer situação que venha do oeste da Turquia. Em Antioquia, na otogar dos minibuses, há taxis partilhados que fazem a viagem entre os dois países mas dá também para apanhar um autocarro nesta cidade para Aleppo ou Damasco. Se vem de Gaziantep ou do leste da Turquia será mais conveniente passar nesta segunda.

Fronteira de Kilis – Aleppo

Esta fronteira é famosa por ser talvez a mais corrupta da Síria. Foi esta a que eu escolhi para entrar no país, mas por pouco não ficava à porta. Os guardas insistiram comigo que necessitava de um visto, e que tinha de ir a Istambul tira-lo. Por fim, depois de muita insistência minha e deu eu ter feito referencia a que vi outras pessoas pagarem subornos, lá me propuseram pagar mais 10$USD e deixaram-me entrar. Em conversas com outros viajantes que tinham usado esta fronteira descobri que isto é muito comum acontecer. Eles vão sempre inventar algum problema, por isso o melhor é meter logo 10$ dentro do passaporte.

Shared taxi para Damasco, Beirut, LíbanoLíbano

A passagem entre a Síria e o Líbano é perfeitamente pacifica. Beirut fica a poucos quilómetros de Damasco e em pouco mais de 2 horas é possível viajar entre as duas capitais. Em Beirut apanhe um autocarro ou táxi partilhado na estação de Charles Helou, que fica por baixo de um viaduto e é a principal garagem da cidade. desta vez na fronteira não encontrará corrupção.

Táxi partilhado em Beirute >

Em qualquer das fronteiras e das formas de as passar de transportes públicos, se o condutor não falar inglês, vai sempre haver um passageiro a ajuda-lo nas formalidades da fronteira, uma vez que o processo para um estrangeiro pode levar tanto tempo como para os outros todos e eles querem é despachar-se.

Algumas recomendações:

  • À entrada do país tem de preencher um papel azul com os seus dados. Guarde-o sempre, pois tem de o apresentar à saída;
  • Nesse papel pede para indicar um hotel. Mesmo que não tenha nada reservado, coloque um qualquer que venha num guia de viagem. Eles não verificam isso, e assim não fazem mais perguntas;
  • Todos os processos na fronteira têm de ser tratados por si. À saída, o primeiro passo é pagar a taxa, normalmente num guichet à parte e antes de tudo o resto.

Páginas de outros viajantes portugueses sobre as fronteiras da Síria

Cruzar fronteiras – Da Jordania para a Siria

Se gostou deste artigo então siga-me no Google+ - Obrigado  

Faz um "LIKE" no Dobrar Fronteira e torna-te nosso amigo!

Comente! 2 COMENTÁRIOS A ESTA PÁGINA

  1. By Science Projects for Kids, 16 November 2011 @ 5:10 am

    I found your posting to be insightful! Thank you.

  2. By Soraia Azevedo, 13 January 2011 @ 9:01 pm

    Meu maior sonho é conhecer a cidade de Damasco… Além de histórica é uma linda cidade…

Comente! ESCREVER UM COMENTÁRIO

Dobrar Fronteiras
Visto para a Síria, como e onde fazer; Fronteiras da Síria . Dobrar Fronteiras
© 2006-2014 Site da autoria de David Samuel Santos.

Close
Olá! Quer ajudar este site?
Seja nosso amigo no Facebook e siga-nos no Google+. Obrigado!
RSS feed do site

Adicione-me no Facebook!

Siga-me no Twitter!

As minhas fotos no Flickr!

Os meus videos no Youtube!



Creative Commons License