Ribeira Grande: cidade e caldeiras

Ribeira Grande - Açores

Logo após sair do aeroporto, começámos a nossa visita à ilha de São Miguel pela cidade da Ribeira Grande isto porque, queria-mos ir até às Furnas, onde ficaríamos a primeira noite, mas não pelo caminho mais directo, aproveitando assim para conhecer um pouco da costa norte da ilha logo no primeiro dia. A primeira paragem foi portanto a cidade da Ribeira Grande.

Ribeira Grande, Ilha de São Miguel, Açores
A ribeira, a ponte e o jardim da Ribeira Grande

Cidade da Ribeira Grande

A Ribeira Grande é uma das 3 cidades da ilha de São Miguel nos Açores, localizada na costa norte desta, a cerca de 20km de Ponta Delgada. Esta cidade foi incluída no roteiro especialmente por causa de uma fotografia que vi antes de ir, do vale da ribeira que passa pelo centro da cidade, com várias pontes e um jardim muito bonito.

Ribeira Grande, Ilha de São Miguel, Açores
Coreto na Ribeira Grande, com o vulcão das Sete Cidades ao fundo

Sem dúvida um excelente local para começar uma visita a São Miguel. Descendo até ao mar, há uma praia com alguma areia negra, de onde se avista ao fundo o imponente vulcão das Sete Cidades, que haveríamos de visitar no dia seguinte.

A cidade tem ainda algum património construído que merece uma visita, como são as igrejas em estilo barroco e outrs específicos com traços manuelinos.

Da Ribeira Grande seguimos pela estrada junto à costa parando no miradouro de Santa Iria e depois na fábrica de chá da Gorreana.

Ver mais fotografias da Ribeira Grande no Flickr

Caldeiras da Ribeira Grande

As caldeiras da Ribeira Grande fica a cerca de 6km da cidade nas encostas da serra da Água de Pau. A estrada para lá chegar está bem sinalizada e segue depois em direcção à lagoa do Congro, podendo ir até à Furnas. É uma estrada fora dos roteiros turísticos, primeiro por floresta e montanha e depois por verdes campos de pastagem onde poderá observar de perto a actividade agropecuária. Chamo a atenção no entanto que a estrada é em paralelos durante quase toda a subida, o que com chuva a torna um pouco perigosa.

Esta localidade encontra-se em franco desenvolvimento, notando-se que há uma aposta do município em promove-la. As covas onde é possível cozinhar gratuitamente e a temperaturas muito superiores às das Furnas, foram recentemente restauradas e os guardas destas terão todo o gosto em lhe fazer uma visita guiada ao local.

Caldeiras da Ribeira Grande
Tanque e edifício das termas das Caldeiras da Ribeira Grande

No  local irá encontrar bastantes avisos para o facto de se tratar de uma zona de forte desgaseificação (libertação de CO2), que pode tornar a atmosfera perigosa. Isto levou a que a pequena povoação esteja praticamente deserta.

Junto ao tanque principal ao ar livre,com um tom azul bebé, encontra-se o edifício das antigas termas, com um brasão real e uma inscrição de 1811.

Ver mais fotografias das Caldeiras da Ribeira Grande no Flickr

Guardar

Guardar