Partilhar facebook twitter google plus

Massada; Património da Humanidade UNESCO em Israel

Massada, IsraelAs ruínas da fortaleza de Massada são uma das mais impressionantes que já visitei. Quando lá passei a primeira vez, em 1999, já sabia da sua história e dimensão por ter visto num documentário. Infelizmente este local não estava incluído no programa e tive de me limitar à vista cá de baixo. Quando voltei a Israel em 2008, foi um dos locais que fiz questão em visitar.

Breve História

A fortaleza-palácio de Massada foi mandada construir por Herodes, o Grande poucos anos antes de Cristo. O palácio encontra-se numa fortaleza natural, um monte rochoso escarpado junto ao Mar Morto. Apesar das condições adversas, o palácio possuía várias piscinas e estava preparado para suportar longos cercos. Isto foi conseguido graças às enormes cisternas e armazéns onde eram guardados os mantimentos. Na vertente virada para o Mar Morto situava-se o palácio de Herodes, construído em vários socalcos na rocha.

Em 73d.c. Massada foi palco dum dos mais importantes acontecimentos para a história dos Judeus. Depois de em 66d.c. a fortaleza ter sido tomada pelos zelotas, naquela primavera as tropas romanas montaram vários campos em redor da montanha. Restos destes campos são ainda hoje bem visíveis do topo da cidade. Sendo impossível o acesso à cidade pelos caminhos normais, os romanos iniciaram a construção duma rampa de terra com mais de 100 metros de altura de forma a entrarem na cidade, no topo da qual construíram uma torre de ataque e começaram a destruir a muralha. Vendo a sua perdição, os Judeus decidiram que preferiam morrer a ser escravizados ou mortos pelos romanos. Sacrificaram assim as mulheres e crianças, e depois os próprios defensores, até que restaram apenas dez e o comandante Eleazar ben Yair. Tiraram sortes para ver qual deles sacrificaria os demais. Após cumprir a sua tarefa, o último homem ateou fogo ao palácio e lançou-se sobre a própria espada ao lado da família morta. Sobreviveram apenas 6 pessoas que se esconderam e ficaram para contar a história.

Visitar Massada

Visitei esta fortaleza do deserto num dia de imenso calor. Felizmente que me obrigaram a subir pelo teleférico e não pude subir pelo trilho da cobra, se não, não sei se tinha chegado lá acima. Houveram três coisas que gostei muito nestas ruínas: as casas reconstruídas, o palácio de Herodes com as suas vistas para o Mar Morto, e os restos das construções bélicas romanas:

Massada, Israel Massada, Israel Massada, Israel

Como Chegar

bilhete autocarro massadaHá autocarros de Jerusalém e de Eilat para Massada. A partir de Jerusalém, deve apanhar o autocarro 444. Este faz 6 viagens por dia durante a semana (menos frequente ao fim de semana) e custou-me 41 Shekels. Depois, para seguir para Eilat, ou regressar a Jerusalém, pode apanhar outro autocarro, mais ou menos com a mesma frequência. O ideal é informar-se à chegada quando há autocarros para onde deseja e assim planear a visita. Os autocarros vão mesmo junto ao teleférico. Se levar mochila grande pode deixá-la no centro de acolhimento.

Fotografias de Massada

Mapa de Massada

Clique no mapa para aumentar.

Links

Massada na Wikipédia

Massada no site da UNESCO

  • Francisco Henriques

    Eu Henriques já estive em Massada no ano 1979 visitei muitas zonas como .Jerusalem.Telavive.Belem.Eilat.Marmorto Vercheva. Dimona Etc. gostei muito do Tumulo de Cristo .

  • Gilberto H Tenca

    Amigo, muito legal o seu blog, também tive a oportunidade de conhecer este lugar agora, 17-04-12 e foi uma experiência incrível.
    Fiz a loucura de descer a escadaria andando, mas valeu a pena, poucos encaram esta descida.
    Abs.