Os hotéis onde fiquei em São Miguel, Açores

2

Hoteis na Ilha de São Miguel, Açores

Os Açores são um destino cada vez mais procurado especialmente pelos portugueses continentais e um dos principais aspectos a ter em conta na organização da viagem é o alojamento. Decidi por isso escrever este artigo para partilhar os locais onde fiquei nas noites que dormi na ilha de São Miguel. Espero que ajude na sua decisão.

Na primeira vez fui por 5 dias com a minha mulher e ficámos em 3 hotéis diferentes. Podemos assim experimentar um pouco da variedade que há na ilha. Na segunda vez fui com os meus pais e irmãs e decidimos ficar de novo na Quinta de Santana, onde já tinha ficado da primeira vez.

Na escolha do alojamento um dos aspectos que tive em atenção foram os acessos e a existência de estacionamento. Como viajávamos com carro alugado, não queria arriscar a ter pela manhã um risco no carro já que as ruas nos centros urbanos de São Miguel são por norma bem apertadas.

 

 

Hotel nas Furnas: Terra Nostra

O hotel Terra Nostra foi o primeiro que reservei para a primeira viagem aos Açores. Quando vi as imagens e a localização, bem no centro da vila das Furnas e dentro do Parque Terra Nostra, não tive dúvidas de que queria ali ficar.

Embora o preço fosse um pouco alto para as nossas carteiras (cerca de 120€) por noite, decidimos ficar ali uma noite e poupar nas seguintes.

O hotel foi renovado recentemente mantendo o seu estilo Arte Déco, com uma arquitectura e decoração sublimes.

Para saber preços e ver mais informações siga este link: Hotel Terra Nostra

Entrada do hotel Terra Nostra nas Furnas
Entrada do hotel Terra Nostra nas Furnas
Sala no interior do hotel Terra Nostra
Sala no interior do hotel Terra Nostra

 

Quarto do Hotel Terra Nostra, Furnas
Quarto do Hotel Terra Nostra, Furnas

Os hospedes do hotel têm acesso gratuito e directo ao jardim e podem ficar até às 22h00 no tanque termal.

Nós chegámos já tarde, mas saltámos logo para os banhos. Vestimos os nossos roupões, pegámos nas toalhas da cor da água que nos deram na recepção e lá fomos aproveitar a água que é realmente quente. O ambiente do jardim é super tranquilo, especialmente depois do parque fechar ao público, altura em que apenas alguns hóspedes ficam no tanque. Aconselho a levar um fato de banho pelo qual não tenha muita estima, já que este vai ficar da cor da água!

O parque está aberto ao público em geral das 10h00 às 19h00 todo o ano, com excepção de Fevereiro e Março em que fecha às 17h30.

Tanque termal do parque Terra Nostra, Furnas, Açores
Tanque termal do parque Terra Nostra, Furnas, Açores

Para quem não achar grande piada a um banho em água castanha, o hotel tem piscina interior, centro de fitness, spa, entre contras comodidades comuns num hotel de 4 estrelas.

Prós:

A facilidade de acesso ao tanque termal do parque Terra Nostra foi a principal mais-valia ao ficarmos neste hotel. Embora o parque tenha balneários para trocar de roupa, é sempre melhor termos ali ao lado o nosso quarto. Para além disso, poder ficar até às 22h00 com o tanque quase só para nós é o máximo!

Jardins do hotel Terra Nostra, no acesso ao Parque
Jardins do hotel Terra Nostra, no acesso ao Parque

Contras:

Podia falar no preço, que é um pouco alto, mas a qualidade paga-se não é? Para além disso, há poucos lugares de estacionamento e, as ruas para lá chegar são bem apertadas. Para além disto, nada a apontar.

 

Hotel em Rabo de Peixe: Quinta de Santana

Na segunda ida a São Miguel como éramos um grupo de 8 optei por voltarmos a ficar num local bem interessante onde já tinha passado uma noite uns meses antes: a Quinta de Santana.

Próximo da vila piscatória de Rabo de Peixe, a Quinta de Santana é um espaço de alojamento rural que oferece apartamentos de várias tipologias por um valor bastante económico. É o ideal para viagens em família já que se pode ficar num ou mais apartamentos com um ou dois quartos, cada um com uma pequena cozinha equipada onde pode cozinhar.

Se não quiser cozinhar tem bons restaurantes lá perto. Da primeira vez fomos jantar um excelente peixe ao “Pescador”, experiência que recomendo vivamente. Embora o atendimento seja um pouco demorado, os pratos são deliciosos e vê-se que são preparados com dedicação e por quem sabe. Mesmo à porta da quinta tem o restaurante da Associação Agrícola, que ao que parece serve um dos melhores bifes do Mundo. Provavelmente terá de reservar mesa.

Esta pareceu-me também ser um bom local para ficar com crianças já que tem uma área enorme ao ar livre, com piscina, campos de jogos e animais do campo.

Para saber preços e ver mais informações siga este link: Quinta de Santana

Piscina na Quinta da Santana, Ilha de São Miguel
Piscina na Quinta da Santana, Ilha de São Miguel
Aspecto exterior de apartamentos na Quinta de Santana
Aspecto exterior de apartamentos na Quinta de Santana
Interior de um apartamento na Quinta de Santana
Interior de um apartamento na Quinta de Santana

O melhor:

A tipologia do estabelecimento, composto por várias casas/apartamentos e com cozinha equipada, que são uma mais valia para numas férias mais demoradas poupar uns trocos. O preço do alojamento já de si é muito bom. Dependendo da época do ano, há apartamentos com 1 quarto por cerca de 30€ e com 2 quartos por 55€.

O pior:

Da segunda vez, talvez por ser Dezembro e haver mais humidade, os apartamentos em que ficámos cheiravam bastante a humidade. Era notório o esforço em combater o problema, com desumidificadores a trabalhar nos quartos, mas não suficiente. Na casa em que tinha ficado em Abril não tínhamos notado esse problema.

 

Hotel em Ponta Delgada: Royal Garden

É na cidade de Ponta Delgada que encontra maior oferta de alojamento na ilha de São Miguel. Na verdade, como a ilha é relativamente pequena, se alugar carro (como recomendo), o ideal será estabelecer uma base e a partir daí explorar a ilha.

Duas das noites foi isso que fiz. A nossa escolha acabou por cair no Royal Garden não só devido ao preço, que era bastante bom para a qualidade do hotel, como pela localização deste.

O Royal Garden fica a Oeste do centro da cidade, já bem próximo do aeroporto e da saída da cidade. Ou seja, quando quiser sair tem logo ali a via rápida sem ter de andar por ruas apertadas. À noite, quando quiser ir até ao centro, deixa o carro no parque subterrâneo e em 10 minutos de caminhada está no centro da cidade.

O Hotel tem piscina interior e exterior com vista para os fabulosos jardins de inspiração oriental (tal como toda a decoração do hotel).

Para saber preços e ver mais informações siga este link: Hotel Royal Garden

Quarto Hotel Royal Garden em Ponta Delgada, Açores
Quarto no hotel Royal Garden em Ponta Delgada, Açores
Decoração Oriental do Royal Garden, Ponta Delgada
Decoração Oriental do Royal Garden, Ponta Delgada

O melhor:

A localização e os jardins.

O pior:

Nada a apontar.

 

Procurar outros hoteis em São Miguel



Booking.com

Olá! Eu sou o Samuel, autor do artigo que acabou de ler. Como você, também gosto de viajar e descobrir povos e lugares. Partilho neste blog as experiências vividas nos vários países por onde já andei. Pode saber mais sobre mim na página Sobre o autor. Espero que tenha gostado e, se tiver alguma coisa a acrescentar, deixe um comentário abaixo.

2 COMENTÁRIOS

  1. Olá Samuel. Ao ler o seu blog recordei a belissima semana que passei nos Açores com o meu marido. Usufruímos de quase todas as suas referências e mais algumas. Uma das que muito gostámos e aconselho, foi a Lagoa do Congro (entre a do Fogo e as Furnas). Tem que se deixar o carro em cima e descer a pé mas vale o esforço, pela floresta repleta de chilrear de pássaros e coaxar das rãs! O Pico do Ferro com sua avenida de Azáleas (em Maio as orquídeas ainda estão a começar), o Salto do Cabrito, A Ribeira dos Caldeirões…(lindo) a Ponta do Arnel…enfim, um nunca mais acabar. Muito obrigada pelas dicas dos hotéis. Tb usámos carro da Ilha Verde e correu tudo bem. Ficámos em apartamentos Solmar (14º andar) com uma vista espectacular sobre a marina de Ponta Delgada e de onde se vê o aeroporto e parte da cidade.

Ficou com dúvidas? Quer acrescentar alguma coisa? Deixe um comentário!