banner_vaticano

 

A cidade do Vaticano, um dos lugares mais sagrados da cristandade, é testemunha de uma grande história e um formidável empreendimento espiritual. Dentro das fronteiras deste pequeno estado encontra-se uma colecção única de arte e arquitectura.

Este, penso eu, é o único caso em que um estado é todo ele património da humanidade. E não é para menos. Todo ele é um museu. O Vaticano encontra-se encaixado no meio da cidade de Roma, e pode-se entrar por vários pontos da colunata que rodeia a praça.

No seu centro ergue-se a Basílica de São Pedro, sobre o túmulo do apóstolo, e em frente a praça circular rodeada de palácios e jardins. A basílica, o maior edifício religioso do mundo é fruto do génio de artistas como Bramante, Rafael, Miguel Angelo, Bernini e Maderna.

É obviamente um local de peregrinação para os cristãos (ou mais correctamente romagem), tal como Jerusalém ou Santiago de Compostela.

La Pietà, de Miguel Ângelo na basílica de São Pedro
La Pietà, de Miguel Ângelo na basílica de São Pedro

Visitar o Vaticano

Basílica de São Pedro

Tratando-se de um lugar sagrado e também susceptível de ataques criminosos, à entrada na basílica de São Pedro (que é livre) é feita uma revista às malas no raio-x e também ao traje dos visitantes. Quem se apresentar de calções, saias muito curtas ou ombros à mostra é-lhe pedido que os cubra ou volte atrás. Vá preparado para isso.

Depois disso pode visitar o piso inferior, sob o altar da basílica, onde se encontram os túmulos dos papas, entre eles São Pedro e João Paulo II (entretanto mudado para o piso superior).

O interior da basílica é ricamente decorado e pode mesmo encontrar aqui algumas obras primas como La Pietà, de Miguel Ângelo.

Cúpula da basílica de São Pedro
Cúpula da basílica de São Pedro

Museu do Vaticano

O Museu do Vaticano possui uma das maiores colecções de arte do mundo. Para lá chegar  é necessário voltar a sair do micro-estado para a cidade de Roma e contornar as muralhas até à entrada do Museu do Vaticano.

A visita pode levar um dia inteiro. Eu estive lá 5 horas, e foi sempre a correr. A correr até chegar à capela Sisitina, onde se tem de fazer uma grande pausa para admirar com a multidão que lá se acotovela os frescos mais famosos do mundo, pintados por Miguel Angelo e Botticello.

Uma das galerias do Museu do Vaticano
Uma das galerias do Museu do Vaticano

Fotografias da Praça e Basilica de S. Pedro no Vaticano

Onde dormir

A não ser que seja amigo do Papa, ou queira passar a noite nas colunatas da praça de São Pedro (como na verdade muitos peregrinos fazem, especialmente os de países mais pobre e em dias de grandes celebrações), terá de procurar alojamento em Roma.

Compare neste site todos os hotéis em Roma, saiba quais os melhores preços e localizações. Veja fotografias, comentários de utilizadores e faça a sua reserva:

Hoteis em Roma

Mapas

Diários de viagem

Guardar