Malta, República de

Guia de viagem Malta - Roteiros, dicas e informações

  • Capital: Valeta
  • Língua oficial: Maltês e Inglês
  • Moeda: Euro
  • População: 412 mil habitantes
  • Área: 316 km2

A minha viagem a Malta

Visitei Malta em Abril de 2013. O ideal para uma visita a Malta será pelo menos uma semana, mas eu só consegui ir 3 dias esta primeira vez. Talvez um dia volte. 🙂
O meu roteiro foi então o seguinte:

  • 1º Dia: Ruínas Megalíticas de Hagar Qim e Mnajdra, Gruta de São Paulo e catacumbas, em Rabat, e Valeta
  • 2º Dia: Mosta, Ilha de Gozo: (Xewkija, ruinas de Ggantija, Vitoria, praia de Ramla e Dwejra)
  • 3º Dia: Valeta

Se tivesse mais três dias, dedicaria mais meio dia para Valeta e o resto para visitar o Hypogeum (Património da Humanidade), outro para explorar melhor a ilha de Gozo e o outro para a Citadela de Mdina, desfiladeiro de Dingli e outros lugares na ilha de Malta.

Locais património da humanidade em Malta

Jardins "Lower Barrakka" em Valeta, MaltaCidade de Valeta, Malta

A cidade de Valeta foi desde sempre a capital da ilha de Malta, vendo assim marcado nas suas pedras os vários séculos de história que percorreu.
Dada a sua posição estratégica, foi desde os primórdios da navegação no Mediterrâneo um importante e cobiçado porto, palco de muitas batalhas, que vão desde os cruzados à segunda grande guerra.

Templos Megalíticos de Hagar Qim e Mnajdra, MaltaTemplos Megalíticos de Malta

Os seis templos megalíticos de Malta que integram este lugar UNESCO são exemplos notáveis de construções datadas da idade do bronze e representam o desenvolvimento cultural, artístico e tecnológico da civilização da época.
Todos eles datam do terceiro milénio antes de Cristo, ou seja, mais de 5000 anos atrás!

Outros locais UNESCO que não visitei:

Hypogeum de Ħal Saflieni

Este é o único templo subterrâneo pré-histórico conhecido no mundo, sendo um local de enorme importância histórica mas também bastante frágil. Por isso as visitas estão limitadas a 60 pessoas por dia e é necessário marcar a visita com muita antecedência (normalmente 2 meses no mínimo) neste site: https://booking.heritagemalta.org/.

Se não conseguir são vendidos bilhetes de última hora, que estão guardados para personalidades, no dia anterior, no museu de arte de Valeta. O preço normal é de 20€, de última hora, 25€.

Infelizmente não o consegui visitar pois comprei a viagem com 1 mês de antecedência e no dia em que fui tentar comprar bilhete já estavam esgotados para o tempo que ia lá estar.

Monumentos e sítios em Malta

Dwejra, ilha de Gozo, MaltaUm dia na ilha de Gozo

Gozo é a segunda maior ilha do arquipélago e parte integrante de qualquer visita.

Transportes em Malta

Voos baratos para Malta

Viajar de Portugal (ou outras cidades europeias) para Malta é hoje em dia muito barato, recorrendo a companhias low cost. Por isso é de aproveitar!

Por exemplo, eu consegui ir a Malta e regressar por apenas 40€. Sim, leu bem, 40€, ida e volta. Voei com a Ryanair a partir do Porto, fazendo escala em Valência, Espanha, onde estive um dia e meio e aproveitei também para conhecer esta cidade. Esteja atento à promoções 🙂

Hoteis em Malta

A maioria dos hotéis em Malta concentra-se na zona de Sliema e St Julian, nos arredores da capital Valletta pois é aí que se encontram também as zonas de divertimento nocturno e há facilidade de transportes para as outras zonas da ilha.

No entanto, se pretende aproveitar bem para conhecer a história e o património de Malta, será melhor ficar mesmo em Valeta, para além de que tem os autocarros para toda a ilha mesmo ali ao lado.

Procurar outros hotéis em Malta e Gozo:

Mapas de Malta:

A vermelho está (aproximadamente) o meu itenerário. Os marcadores vermelhos indicam os locais que visitei e os azuis outros locais de interesse, mas onde não deu tempo para ir.

Ver Malta num mapa maior

Guardar

Guardar