Cromeleque, Antas e Menires: monumentos megalíticos no Alentejo

2

Os monumentos megalíticos são uma constante na vastidão do Alentejo. Estes são alguns daqueles por onde passei e sobre os quais tenho alguma coisa para partilhar. Outros virão em próximas viagens por esta bela região de Portugal.

Cromeleque dos Almendres – Évora

Cromeleque dos Almendres em Évora, Alentejo
Cromeleque dos Almendres em Évora, Alentejo

O recinto megalítico dos Almendres é o maior conjunto europeu de menires estruturados da península Ibérica e monumento megalítico mais antigo da Europa (V milénio a.c.).

Não se conhece ao certo a função deste conjunto de menires, embora investigações recentes tenham descoberto algumas ligações aos movimentos astronómicos ou às linhagens de poderes.

Perto destes há também o menir dos Almendres, que fica a algumas centenas de metros destes. A não ser que se interesse verdadeiramente por história e pré-história, ou queira apreciar os cantar dos passarinhos, julgo que não vale a pena fazer a caminhada até lá. Este fica a uns 200m da estrada.

Conhecido também como “Alto das Pedras Talhas”, este menires ficam a cerca de 13km a oeste da cidade de Évora. Para lá chegar, saia de Évora em direcção a Lisboa.

Poucos quilómetros antes de entrar na autoestrada há um corte à esquerda bem sinalizado. A partir daí basta seguir as placas até ao local. Os últimos quilómetros fazem-se por uma estrada de terra batida, mas em bom estado.

Vários menires constituem o cromeleque dos Almendres
Vários menires constituem o cromeleque dos Almendres
Évora ao longe vista do cromeleque dos Almendres, Alentejo
Évora ao longe vista do cromeleque dos Almendres, Alentejo

Ver álbum com mais fotografias do Cromeleque dos Almendres

Menires do Lavajo

Viajava de Sevilha para Mértola, nas últimas horas do ano de 2009 quando uma placa me levou a fazer um desvio para conhecer os menires do Lavajo. Da para perceber pelas imagens que o monumento não é nada de extraordinário para quem, como eu, não é um entendido no assunto.

Menires do Lavajo - monumentos megalíticos no Alentejo
Menires do Lavajo – monumentos megalíticos no Alentejo
Menires do Lavajo - monumentos megalíticos no Alentejo
Menires do Lavajo – monumentos megalíticos no Alentejo

Anta de Pavia

Uma das memorias que guardo da minha infância são as viagens que fazia em trabalho com os meus pais até à região de Elvas. Ponto de paragem quase obrigatório era Pavia.

A transformação da Anta pré-histórica aí existente em capela, seria hoje considerado um crime contra o património. Vendo com a distância dos anos que passaram, é um entre tantos casos de adaptação de um templo à nova religião dominante. O mesmo se vê na mesquita de Córdoba, na igreja transformada em livraria em Óbidos ou, nas mesquitas góticas do norte do Chipre.

Igreja - Anta de Pavia no Alentejo
Igreja – Anta de Pavia no Alentejo; monumento megalitico

Mapa dos Locais

Aqui fica o mapa destes e de outros monumentos megalíticos do Alentejo.

Guardar

Guardar

Guardar

Guardar

Guardar

Guardar

Olá! Eu sou o Samuel, autor do artigo que acabou de ler. Como você, também gosto de viajar e descobrir povos e lugares. Partilho neste blog as experiências vividas nos vários países por onde já andei. Pode saber mais sobre mim na página Sobre o autor. Espero que tenha gostado e, se tiver alguma coisa a acrescentar, deixe um comentário abaixo.

2 COMENTÁRIOS

Ficou com dúvidas? Quer acrescentar alguma coisa? Deixe um comentário!