PolóniaCampos de concentração de Auschwitz e Birkenau

Desde que no final da segunda guerra mundial foram reveladas ao mundo as atrocidades aqui cometidas pelos nazis que Auschwitz entrou para o nosso dicionário como sinónimo de terror. A pequena localidade polaca de Oświęcim a cerca de 60km de Cracóvia foi o local escolhido para a edificação de um dos seis principais campos de morte para aplicação da “Solução Final” por Hitler.

Auschwitz dividia-se em 3 campos: Auschwitz I, Auschwitz II – Birkenau e Auschwitz III – Monowitz. Uma visita leva no mínimo um dia inteiro para os dois campos. Vá bem cedo.

 

Auschwitz I

Campo de concentração de Auschwitz ICampo de concentração original e que servia de centro administrativo para todo o complexo. Hoje os vários pavilhões albergam museus temáticos, uns dedicados às vitimas do holocausto de vários países e etnias, outros expondo toneladas de objectos pertencentes às vítimas que por lá passaram.

É sobre a entrada deste campo que está o  famoso letreiro “Arbeit macht frei” (“O trabalho liberta”) e onde pode entrar numa das câmaras de gás e ver os fornos de cremação.

O espaço encontra-se aberto das 8h00 até às 18h00 nos meses de verão, fechando mais cedo no inverno, mas das 10h00 às 15h00 só se pode entrar acompanhado de guia. Nas restantes horas a visita é gratuita.

 

Auschwitz II – Birkenau

A dimensão do campo de Birkenau impressiona qualquer um logo à chegada.  Lá dentro, os carris de caminho de ferro corroídos pelos anos teriam muita história para contar. Por todo o campo há placas informativas em polaco, inglês e hebraico que possibilitam uma visita independente a qualquer um.

Campo de concentração de Auschwitz-BirkenauOs mais sensíveis devem ir preparados para o que vão encontrar. Muitas das cabanas de madeira ou tijolo que ainda existem trazem-nos de imediato à memória as imagens dos prisioneiros esqueléticos à espera da morte que todos já vimos nos livros de história ou no cinema.

Seguindo sempre em frente, ao fundo do campo encontra-se o memorial aos mortos e o que resta dos dois fornos crematórios e câmaras de gás que foram destruídas pelos nazis antes de abandonarem o campo. Há sempre gente a chorar, judeus, bandeiras de Israel, velas acesas.

Lembre-se antes de entrar que vai visitar um memorial a um dos mais sangrentos acontecimentos da história recente e não num qualquer museu. Muitas das pessoas que ali vão estar ao seu lado são familiares de pessoas que viveram e provavelmente morreram aqui.

 

Comboio para OświęcimComo chegar a Auschwitz

Normalmente visita-se Auschwitz a partir de Cracóvia já que esta é uma cidade imperdível na Polónia e há transportes frequentes e rápidos para Oświęcim. Eu fiz a viagem para lá de comboio mas regressei de autocarro.

Comboio

Os comboios para Oświęcim a partir da gare central de Cracóvia são frequentes. Pode comprar o seu bilhete nas máquinas automáticas que há na estação por cerca de 23zl. O maior problema do comboio é que a estação fica a cerca de 2km dos campos de concentração e terá de ir a pé, taxi ou autocarro. Eu optei por ir de comboio visto ser este o meio usado para transportar tantos judeus na sua última viagem.

Autocarros Oświęcim - CracóviaAutocarro

Os autocarros para Oświęcim partem da gare de autocarros que fica nas traseiras da gare dos comboios e o bilhete para cada lado custa 11Zl. O local de paragem destes junto ao parque do campo de Auschitz I está assinalado com uma placa amarela que apresenta os horários.

Entre Auschwitz I e Birkenau

Há um autocarro gratuito que faz o trajecto entre os dois campos (cerca de 1km) a cada 20minutos. Este vai normalmente sempre bem cheio!

 

Onde dormir

Em Auschwitz pode encontrar óptimos hotéis, mas também pode ficar em Cracóvia, que é bastante perto. Compare preços e condições de todos os hotéis em ambas as cidades aqui:

 

Mapa de Auschwitz


Ver Auschwitz num mapa maior

Se gostou deste artigo então siga-me no Google+ - Obrigado  

Faz um "LIKE" no Dobrar Fronteira e torna-te nosso amigo!

Comente! 1 COMENTÁRIO A ESTA PÁGINA

  1. By ALFREDO LOUREIRO, 5 June 2012 @ 11:50 pm

    Excelente relato sobre Auschwitz.É um enorme desejo que tenho em visitar esses locais de horror.Sózinho é uma treta.Não conheço agências de viagens que façam essa viagem.Tem alguma sugestão?
    Obrigado.
    Cumprimentos

Comente! ESCREVER UM COMENTÁRIO

Dobrar Fronteiras
Campos de concentração de Auschwitz e Birkenau . Dobrar Fronteiras
© 2006-2014 Site da autoria de David Samuel Santos.

Close
Olá! Quer ajudar este site?
Seja nosso amigo no Facebook e siga-nos no Google+. Obrigado!
RSS feed do site

Adicione-me no Facebook!

Siga-me no Twitter!

As minhas fotos no Flickr!

Os meus videos no Youtube!



Creative Commons License