Quando visitei o Malawi: Junho 2014
Era para visitar o Malawi em Junho de 2014 mas os planos foram ligeiramente alterados e acabei por passar pouco tempo no país em duas vezes que o cruzei para viajar entre Tete e o norte de Moçambique.

Alguns dados sobre o Malawi

  • Capital: Lilongwe
  • População: 16 milhões
  • Língua oficial: Inglês
  • Moeda: Kwachas

Património da humanidade no Malawi

  • Parque nacional do lago Malawi
  • Arte rupestre de Chongoni

Fronteiras do Malawi

O Malawi faz fronteira a Norte com a Tanzânia, a Sul e Nascente com Moçambique e a Poente com a Zâmbia.
Os cidadãos portugueses recebem um visto de entrada gratuito válido por 30 dias à entrada no país.

Transportes no Malawi

Como já referi, as minhas passagens pelo Malawi foram apenas em transito entre províncias de Moçambique. Na página de Moçambique poderá encontrar informação detalhada das viagens que fiz através do Malawi.

Viajar de Tete para o Niassa

Cruzar o Malawi é a forma mais conveniente para viajar entre estas duas províncias, já que a opção de contornar o país pode implicar 3 ou 4 dias de viagem.
Embora tenha sido uma verdadeira maratona, saí da cidade de Tete pelas 6h00 da manha e consegui chegar a Mandimba às 7h30 de noite. A fronteira já estava fechada, mas pagando uma cerveja ao chefe da migração foi possível que esta se abrisse.
Para esta viagem é necessário trocar várias vezes de transporte. Vou colocar mais informação na página de Moçambique.

Viagem de Tete para o Niassa

Viajar da Zambézia para Tete

Na minha segunda passagem pelo Malawi saí de Moçambique pela fronteira de Melosa, Zambézia, junto a Milange, depois de 10 horas de viagem num carrinha de caixa aberta desde Gurué. Como cheguei já tarde acabei por dormir em Blantyre, continuando a viagem para Tete no dia seguinte.

Hoteis no Malawi

Mapas do Malawi


Ver Malawi num mapa maior

  • Pingback: doogle hotels - Gooogle()